Babados e blazers: como as linhas impactam seu visual.

Toda peça de roupa tem uma forma e nela podemos ver linhas que mandam mensagens para quem nos olha. Não é nada assim, super racional, é uma leitura natural do nosso cérebro.

Mas, sabendo disso, não seria interessantes escolher estas formas mais conscientemente? Selecionar aquilo que mais combina com a gente ou que vai representar melhor a imagem que queremos transmitir?

Os babados tem linhas curvas e os blazers, normalmente, linhas retas, mas o que cada uma destas estruturas transmite?

Linhas retas – são mais formais e transmitem firmeza, poder e estabilidade:

Linhas diagonais – como aponta em diferentes direções tem a qualidade de ajudar a disfarçar pontos da silhueta, transmitem dinamismo:

Linhas verticais – direcionam o olhar de cima para baixo e alongam:

Linhas horizontais – direcionam o olhar de um lado a outro e alargam:

Linhas curvas – são mais informais e expressam movimento, jovialidade e feminilidade, ajudam a acrescentar volume:

E se precisar ir além, estou por aqui.
Conta comigo!

Truques para disfarçar a silhueta.

A grande maioria das mulheres que conheci durante a consultoria de estilo tem alguma encanação com o seu tipo físico. São poucas as que não reclamam de nada, algumas realmente odeiam alguma coisa e outras convivem bem com o que veem no espelho, mas quase todas apontam suas partes menos queridas com facilidade.

Eu, como consultora de estilo, estou acostumada a ouvir algumas reclamações e a ajudar a resolver estes conflitos que, normalmente, passam desapercebidos para os outros mas que, para elas, pode ser um drama.

No meu workshop de estilo pessoal aprender a valorizar o seu biotipo é muito importante na construção do estilo pessoal, vamos reconhecer este corpo, descobrir potencialidades e amenizar o que incomoda, não em busca de perfeição, mas de autoestima.

Pensando em algumas das queixas mais comuns, veja algumas dicas para equilibrar o seu tipo físico:

Disfarçar barriga – escolha tecidos lisos e fluídos, que caiam junto ao corpo sem grudar:

Mais volume no bumbum – cores claras na parte de baixo e detalhes como bolsos traseiros são boas ideias:

Menos volume no quadril – cores mais escuras na parte de baixo e linhas verticais contribuem para amenizar o tamanho dos quadris:

Decote turbinado – roupas ajustadas na cintura, cores chamativas na parte de cima, franzidos e babados ajudam os seios a parecerem maiores:

E se precisar ir além, estou por aqui.
Conta comigo!

Como usar sapato baixo em qualquer ocasião.

Nos últimos dois anos, no atendimento às minhas clientes de consultoria de estilo, tenho percebido que o conforto sempre aparece como demanda de alguma forma. Seja em roupas que não apertem, em tecidos que permitam o corpo respirar ou calçados que deem mais mobilidade.

Eu diria que entre estes, e ainda outros aspectos que existem, a preocupação com sapatos que não espremam os dedinhos, não machuquem e possibilitem deslocamentos à pé, é o principal. Claro, sempre há quem ame um salto, mas até elas procuram por conforto de vez em quando.

Eu observo que os calçados flat, em suas mais variadas formas, tomaram as ruas e muitos looks de street style das fashionistas ao redor do mundo aparecem com peças assim. Os tênis são um ótimo exemplo, estão na vanguarda dos lançamentos e vendas das marcas, tem look até para sair à noite.

Se você também procura por este conforto, mas tem dúvidas de como fazer looks com sapatos sem salto ou quando usá-los, vou tentar te ajudar com algumas ideais aqui. Vem comigo!

Vale a pena conhecer os diversos modelos de calçados baixos que existem. Não se limite apenas ao tênissapatilhas, mocassins, alpargatas, oxfords e rasteirinhas são algumas possibilidades para você variar o sapato baixo.

Caso você tenha problemas com a altura e acredite que as baixinhas devem estar sempre de salto, alguns truques podem amenizar esta sensação e permitir que você não perca o conforto dos flats: deixe tornozelos à mostra (criando um espaço entre o comprimento da peça de baixo e o calçado), use sapatos nude, de gáspea baixa ou que deixem muita pele à mostra, escolha looks monocromáticos.

É possível usar sapatos baixos inclusive em eventos formais, escolhendo os que tem mais brilho, por exemplo, ou simplesmente optando pelo mais desconexo de todos – criando assim um efeito hi-lo.

No trabalho, é a formalidade do ambiente que vai ditar as regras: para os mais tradicionais, calçados inspirados no universo masculino (evite os modelos muito abertos nestes casos) e coordenados com peças de alfaiataria. Em meios mais informais há mais flexibilidade, e você pode se arriscar com modelos divertidos e descontraídos.

Agora é só escolher o modelo que tem a sua cara e aproveitar o conforto.

E se precisar ir além, estou por aqui.
Conta comigo!

Saias que alongam a silhueta.

Uma leitora me pediu para falar mais sobre saias com efeito alongador. Ela ama e quer usar mais, mas sente que o seu tipo físico não é valorizado pela peça. Então, vamos lá, falar sobre saias e como parecer mais alta ao usá-las.

O mais importante é sempre lembrar que a saia por si só não faz nada, não existe um modelo que alongará toda e qualquer silhueta. A gente precisa sempre compensar com as outras peças, é o conjunto que dará o efeito visual desejado.

Veja aqui, então, algumas ideias sobre como conseguir este efeito que funcionam com saias, mas também com outras peças.

Monocromático – usar o look todo em uma única cor sempre vai alongar a sua imagem, seja com saia, calça ou shorts.

Listras verticais – ou ainda uma textura que faça as vezes de linhas verticais também deixa o visual mais longilíneo.

Cropped + cintura alta – a parte de baixo ocupará mais espaço no visual e você parecerá mais alta (funciona também usando a blusa sobre vestidos, macacões e outras blusas mais longas).

Decote V – ué, mas não estamos falando de saia? Sim! Mas o decote V ajuda a gente a parecer mais alongada e chama a atenção para cima ;-).

Sem cintos – o cinto corta a silhueta ao meio e, ao usá-lo, a chance de parecer mais achatada é maior, principalmente os largos e de cor contrastante em relação a roupa.

Sapatos  – nude, da mesma cor da parte de baixo, com bico fino ou com muita pele à mostra ajudam a alongar.

E se quiser ir além, estou aqui.
Conta comigo!