Guarda-roupa criativo: como fazer para ter um?

Quando a gente fala em expressar a própria essência através das nossas roupas, muitas vezes, relacionamos isso a alguma exclusividade. De algum modo queremos parecer únicos porque, afinal, é o que somos.

Seja único e criativo.

Embora para alguns seja importante não se destacar na multidão posso dizer, com conhecimento de causa, que, mesmo estes, querem ter algum diferencial, uma marquinha que seja só deles e que os faça ser reconhecidos.

Um ótimo remédio para essa dor é a criatividade. Se a gente conseguir fazer com que as escolhas de roupas que fizemos forme uma mistura só nossa isso, por si só, será um diferencial, porque não tem como todo mundo ter feito exatamente as mesmas compras com as mesmas cores e estampas, né? Então o resultado é só seu.

E eu vou te contar um segredo: para ser criativo quanto menos peças você tiver melhor! Eu vejo isso acontecer no armário das clientes e no meu próprio; quem tem pouco tem que fazer àquele tanto render muito mais e isso desafia a gente a tentar sempre algo novo.

Outra dica importante é que tudo o que se tem fique à mão, fique à mostra. Quem não vê não usa. Por isso, não deixe tudo embolado no armário ou as bijoux espalhadas em todos os potinhos da casa. Um pouquinho de organização vai te ajudar muito.

Ter variedade é essencial, peças repetidas de cores diferentes ou sempre o mesmo tipo de peça – só camisas de botão, só tênis, não facilita. Camisas de botão e blusas de tecido plano ou tênis, sapatilha e botinha são variações que podem cumprir a mesma função mas não são iguais.

Por último, mas não menos importante, eu te dou uma última dica: arrisque! Não tenha medo de experimentar. É só roupa e um dia na rua com algo novo não vai machucar não, ao contrário, pode render uma boa surpresa.

Que tal fazer um exercício de criatividade para testar esta minha teoria? Peque 3 a 5 partes de baixo (calça, shorts, saia, vestido, macacão – tudo que cobrir as pernocas) e tente montar 3 looks diferentes com elas.

Pense em temperaturas e ocasiões diferentes e vá compondo com parte de cima, terceira peça, calçados e, por fim, os acessórios. Experimente o conjunto, se olhe no espelho, fotografe, use em alguma oportunidade que tiver e avalie o resultado. Ser criativo também pede um pouco de prática, então, repetir sempre o mesmo não vai te ajudar.

E se precisar ir além, estou por aqui.
Conta comigo!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s